Planograma: 5 razões para sua loja ter um

Você já se perguntou por que determinados produtos ficam próximos em uma loja? Ou já teve a impressão de que o fornecedor sabia exatamente o que você estava procurando, pois achou todos os produtos em gôndolas bem no seu caminho? Não é sorte, nem coincidência. É um planograma. 

Comprovadamente, a distribuição dos produtos no PDV tem forte influência nos volumes de venda, no comportamento do shopper e, por consequência, na lucratividade das empresas. Quanto mais estratégica for essa distribuição, mais ela favorece o aumento do índice de vendas. 

Para que o “desenho” da disposição dos produtos seja bem estruturado e capaz de impulsionar as vendas, é preciso ter um mapa físico e conceitual da loja — e é sobre ele que você vai aprender mais neste texto. Veja 5 motivos para iniciar o desenvolvimento de um planograma para seu negócio o quanto antes e também dicas para colocar em prática. Acompanhe! 

O que é um planograma

De um modo geral, o planograma é uma representação, um mapa da loja, com o objetivo de mostrar as possibilidades de organização dos produtos. Essa distribuição é pensada com base no caminho do shopper na loja e em seu comportamento de compra. 

Principais objetivos: tornar a experiência do cliente mais agradável, gerar um tom de acolhimento e intimidade, proporcionar a sensação de que a marca entende o que o cliente busca e o crescimento e aumento dos negócios. 

5 razões desenvolver um planograma para seu PDV

Ter um planograma dos seus pontos de venda traz ótimos resultados para seu caixa, já que estimula os clientes a comprarem mais. E não para por aí: conheça os 5 principais motivos para investir nessa ferramenta. 

1. Amplia a parceria com fornecedores

O mapa da distribuição vai muito além das medidas, tamanhos e demais aspectos físicos. Está relacionado também a pontos de destaque, comportamento do shopper e parceria com os fornecedores. 

Desse modo, o planograma vai identificar os pontos nobres da loja (locais de maior circulação do público e mais visibilidade) e abrirá mais uma possibilidade de negociação com os fornecedores. Ao localizá-lo em um espaço mais interessante, você pode obter frutos como melhores condições de compra, preços mais competitivos e reposição rápida de estoque. 

2. Facilita a reposição de produtos nas gôndolas

O planograma é um documento que deve estar ao alcance de todos os promotores responsáveis pela presença e distribuição de produtos na loja. 

Assim, os encarregados já são previamente orientados em relação à reposição de mercadorias e ganham agilidade nesses processos. Além do mais, o planograma é capaz de indicar uma previsão de compra mais acertada, já que está a par de todo o movimento de produtos. 

A logística é favorecida e o risco de rupturas é bem menor, aprimorando a gestão do negócio e a experiência do shopper com sua marca. Falaremos disso a seguir. 

3. Organiza e otimiza o espaço físico da loja

A organização das mercadorias e o uso inteligente do espaço físico de uma loja funcionam como cartões de visita para o público. Acredite: interfere até no valor que o cliente está disposto a investir nos produtos. 

Com o planograma bem criado, é possível visualizar amplamente quais são as melhores formas de disposição dos itens, bem como eles interagem com as expectativas do shopper. Nada de caixas amontoadas ou produtos jogados pelo chão!

4. Ajuda a gerar saída para produtos menos visados

Essa é uma vantagem de se conhecer a hierarquia dos espaços da loja. Os pontos nobres, as maiores áreas de fluxo de pessoas podem ser usadas também para as promoções e incentivo à compra daqueles itens que estão ficando encalhados no estoque. 

A ideia é essa, trabalhar a estratégia da loja física com foco em auxiliar o controle de estoque e o giro de produtos menos desejados pelo público do seu negócio. 

5. Proporciona boas experiências ao cliente

Como sabemos, em cada contato que o público tem com sua marca, é fundamental que a experiência seja gratificante, agradável e gere o desejo de se conectar com sua empresa. 

Ao passo que se tem uma loja com uma distribuição lógica de itens, com organização, facilidade de se encontrar o que precisa e harmonia visual, o shopper percebe o cuidado e o interesse em atendê-lo bem. 

Como implantar

Ótimo! Agora que você conhece as vantagens de se investir em um planograma, veja alguns passos essenciais para tirar do papel e levar para a prática: 

Entenda o comportamento do seu shopper

Toda ação direcionada à persona deve levar em consideração o perfil, as preferências, as expectativas e o que é valor para ela. Estude seu público, converse, pesquise para que as categorias do seu planograma sejam realmente eficientes. 

Alinhe todas as áreas envolvidas

Todos os colaboradores e promotores envolvidos no processo de compra e venda devem estar a par das estratégias, das responsabilidades de cada um e do funcionamento global do planograma.

Crie ferramentas para facilitar a implantação

Após o alinhamento, desenvolva ferramentas que facilitem o trabalho dos envolvidos. Por exemplo, legenda nas réguas das gôndolas, etiquetas com o nome do responsável pela seção e impressão de painéis com a imagem do planograma, entre outros.

Ouça (e considere) o feedback dos promotores

Em toda a cadeia de produção e venda, os promotores são os que mais conhecem o shopper. O contato direto acontece no atendimento e na venda. Converse com a equipe sempre e os estimule a interagir mais com o cliente, a fim de enriquecer as fontes de conhecimento acerca do público da sua empresa.

Atualize o mapa quando necessário

Sempre que um produto sair de linha ou houver um lançamento, ou a inserção de um novo item no mix, ou uma promoção, revise o planograma e faça as modificações necessárias. 

Cada empresa possui características específicas e precisa adaptar essas dicas à sua realidade. É importante ressaltar que o planograma pode ser usado por diversos tipos de lojas e produtos — desde alimentos, passando por roupas e até mesmo grandes hipermercados. 

E aí, gostou do conteúdo? Tem mais alguma dica para compartilhar sobre os planogramas? Deixe um comentário no post e entre no assunto!